Jump to content

Compra de Teclado Apple e Hackintosh no Trabalho.


  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1
manoteiba

manoteiba

    InsanelyMac Protégé

  • Members
  • Pip
  • 21 posts
  • Gender:Male
  • Location:Vespasiano - Minas Gerais - Brazil
  • Interests:Interesso por Sistemas Operacionais e Etc...

Olá galera!!! Tudo bem com vocês!!!


Atenção!!!! Eu sou uma pessoa leiga. Não siga nenhuma possível dica que eu der antes de consultar os veteranos experientes deste fórum!!! Também não estou fazendo propaganda para lojas.

Graças à alguns membros daqui eu consegui deixar meu hackintosh utilizável, exceto que não funciona iMessage e nem FaceTime. Mas neste caso estou um pouco receoso de tentar usar algum tutorial para ativar-los e o meu sistema ir para o saco. 

 

Pois bem, eu me animei e fiz uma loucurinha e comprei o teclado Apple MB110BE/B padrão USA. O meu objetivo é treinar usando este tipo de teclado para que eu posso ficar fera em produtos da Apple gastando pouca grana. 

A minha saga começou no sábado onde rodei todas as iPlaces de Belo Horizonte e não encontrei o bendito teclado. Até que o achei no Mercado Livre de Belo Horizonte por R$ 415,00 fora o frete. Eu iria comprá-lo, mas felizmente (digo isto com toda a alegria srsr) o vendedor me tratou mal e me bloqueou por achar que eu estava tentando dar um golpe nele srsr. 

Então acessei uma iPlace On Line e ... comprei o bendito por R$351,00 (incluindo um frete de 1 dia). E sim amigos: o teclado diabolicamente chegou em menos de 24 horas após a compra. KKK Foi tão rápido que fiquei sem palavras. 

Sobre o teclado

O teclado é caro para chuchu KKK, mas é bonito. As teclas não fazem muito barulhos, mas  parecem ser frágeis. Ele é branco com uma peça de alumínio em cima e um plástico rígido embaixo. Eu não sei se tem algo a ver, mas após usá-lo a Siri parou de dar problemas e funciona normalmente exceto pela minha falta de Wi-fi (eu irei pesquisar sobre a minha placa de rede nos fóruns antes de pedir ajuda), para me localizar em uma cidade.

 

Este teclado possui duas entras para USB, mas eu as achei bem estreitas e fora de mão. Eu as usaria se precisasse usar um pendrive slim para trabalhar em arquivos de um amigo de forma mais permanente (mais de 4 horas, por exemplo). Infelizmente elas são 2.0. Ele possui todas as teclas modificadoras do Mac disposta de forma bem ergonômica para atalhos de teclado, mas com exceção da Command, o restante não possui símbolos. Por isso o usuário terá de dar uma pequena consulta sobre os símbolos de atalhos do Mac OS

Para quem gosta de treinar, este teclado é um ótimo custo benefício, pois é o mais barato, é com fio e funciona em PCs sem Bluetooth, possui todas as fileiras de teclas dos Mac e Imac (incluindo a Eject), vai do f1 ao f19 (para quem gosta de atribuir funções) e tem teclado numérico. Porém ele é padrão USA internacional e por isso será necessário acostumar com ele. Eu estou pesquisando as funções dele aos poucos e aprendendo a colocar acentos digitando de maneira mais fluida, já que sempre usei teclado brazuca abnt2. Eu senti falta do 2 pequeno para metros quadrados no teclado, mas acredito que exista alguma combinação do option. Um dia descobrirei.

 

A minha dificuldade é só com til, pois devido ao pequeno tamanho do teclado, eu, que digito catando feijão, consigo usar os acentos sem problemas e o cedilha é  o ´ + c, mas o til fica do lado oposto ao shift direito e o Option + N me trava um pouco na hora da digitação. Tirando isso,  é mamão com açúcar se acostumar com o teclado internacional padrão USA. A disposição das teclas, conforme  já falei, cativam bastante o aprendizado de uso dos atalhos e até o momento estou achando eles bem funcionais. Só o atalho de forçar encerramento de aplicativos é que preciso fazer um pequeno malabarismo, mas nem é tanto assim, já que o teclado tem apenas 11 centímetros de largura.

Usando no Trabalho

 

Como eu sou um franguinho de Mac, eu quis espalhar a palavra e levei o meu pc para o meu emprego (sou funcionário público) srsr. Resguardado o uso de dados, eu os pus em um pendrive (já que o enorme volume de documentos não chegam à 3Gb mesmo sendo coisa pra caramba srsrs) e os manipulei sem incluí-los no PC. 

Eu percebi uma certa invejinha da diretora (pois ela era a única a ter um iPhone da Apple srsr), mas ela não encrespou muito. Mas na verdade o meu teclado chamou mais a atenção que o meu sistema, já que a maioria das pessoas não são muito entusiastas de tecnologia.

No dia à dia eu senti que o MAC foi excelente para a produção. Eu achei incrível o fato de conectar uma impressora Samsung do pregão de 2008 e o Mac fazer a instação sozinho!!!! A minha digitação foi um pouco mais lenta, mas consegui ir me adaptando. Como os PCS são Celeron 1.4 GhZ e com 512Mb de Ram, o meu pc parecia um foguete! srsr. Mas o que curti foi os lembretes do Mac que auxiliam muito em uma repartição administrativa, pois ajuda a nos mostrar como anda o nosso rendimento, além de economizar papel de lembrete e anotações em papeizinhos. Caso eu tivesse um iPhone, sinceramente eu definitivamente  abandonaria os postits. Inicialmente tive problemas com fonte, mas foi só esperar a diretora almoçar e pegar as fontes do Windows 7 dela (só ela tem Windows 7, pois o restante, incluindo eu, usa Windows Xp). Fonte instalada, foi só manipular os arquivos. 

 

O visual do Mac é bem estilo 'esposa recatada' sem ícones flat ou cores agressivas e no começo pode dar um certo tédio pra quem estava acostumado com o visual do Windows 10 e do Android. Mas após algumas horas este estilo esbranquiçado com as transparências dá um certo orgulho no caboclo em ter um Mac OS e deixa o tempo menos estressante. 

Outra dica pra galera que quiser usar hachintosh no trabalho é deixar as 3 Suites Office (Excel, Power Point e Word) abertos. Eles no 'modo tela inicial' não gastam CPU e nem muita RAM. Além disso não há nada que um Doctor Clear Elite não resolva para diminuir a RAM. Mas voltando o assunto, deixando eles abertos os documentos são abertos muito mais rápidos e isto é importante para atender o chefe, os clientes e etc ... Esses segundos à menos deixarão o seu chefe feliz e com vontade de permitirem usar  seu hachintosh.

É bom deixar os arquivos à esquerda da mesa por causa das notificações. Outra dica é aprender a usa o Finder. Embora o Windows Explorer tenha mais recursos, o Finder tem uns recursos fodas que a gente ri da nossa época de Windows explorer, como, por exemplo criar pasta com arquivos selecionados. Talvez até exista esse recurso no Windows, mas não tão à vista como no Mac.

No mais, o Mac OS não traz muitos problemas para o feijão com arroz administrativo e compensa tê-lo, mas é preciso planejamento e conhecimento antes de endoidar e sair enchendo uma escola de hackintosh. Acho que vai valer a pena investir no conhecimento sobre o sistema e os seus programas. Abs!

 







0 user(s) are reading this topic

0 members, 0 guests, 0 anonymous users

© 2016 InsanelyMac  |   News  |   Forum  |   Downloads  |   OSx86 Wiki  |   Mac Netbook  |   PHP hosting by CatN  |   Designed by Ed Gain  |   Logo by irfan  |   Privacy Policy